Músicas

sugestão-de-músicasSe eu pudesse voltar aos céus para pedir a Deus um dom para esta vida, eu solicitaria uma voz especial e talento para a arte musical. Sou desafinado. Tentei aulas de bateria, violão e guitarra na infância. Hoje não sei tocar uma nota sequer. Se cantar no chuveiro, corro risco da água ficar gelada. Mas, como bom brasileiro, adoro música. Cresci influenciado pelos meus familiares. Meus pais me influenciaram com as músicas clássicas, óperas e talentos como Roberto Carlos, Chico Buarque, Cartola, Ney Matogrosso, Simone, Fagner, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Elis Regina, Belchior, entre outros brilhantes nomes da música popular brasileira. Com meu irmão mais velho, Ricardo, músico e artista, conheci Beatles, Pink Floyd, Queen, Led Zeppelin, Rolling Stones, Ramones, além de outros clássicos do rock n’ roll. Meu irmão Eduardo ouvia Titãs, Legião Urbana, Ultraje a Rigor, Paralamas do Sucesso e outros pop rocks nacionais. Influenciado pela família por tantos gêneros musicais, consegui ser um ouvinte versátil de todo tipo de boa música. Música é arte. Cada uma tem seu valor. Cada artista tem seu valor. Todos lutam pelo seu espaço e reconhecimento, seja financeiro ou sinceros aplausos.
Para o projeto do livro Brisa Filosófica, indiquei músicas que abrangessem todos os gostos. Tenho certeza de que nem todas agradarão aos leitores, mas certamente uma ou outra será ouvida prazerosamente. Escolhi todas com muito cuidado e carinho. Possivelmente deixei de indicar músicas que enriqueceriam o livro. Peço desculpas aos músicos e bandas que deixei de recomendar. Afinal, há muitos talentos nem sempre reconhecidos com o devido merecimento.
Aos indicados, peço desculpas por tê-los citado no livro, sem prévio contato para aprovação. Como são recomendações especiais e valiosas pelo trabalho de cada um, espero que se sintam abraçados e agradecidos por mim, pois, de uma maneira ou outra, participam deste meu projeto.

Aqueles que tiverem acesso ao livro curtam as músicas indicadas e recomendem as suas preferidas para o livro Brisa Filosófica, volume II.

Viva a música e boa brisa a todos!